sábado, 9 de janeiro de 2010

AUTOSUSTENTÁVEL

Não sei porque mais sinto que sou mesmo diferente.
Não digo nem pior nem melhor, mas realmente diferente.
E sabe, devo admitir que é disso que eu tenho medo.
Ando pensando nisso a muiiiiiiiiiiiiito tempo.
Por mais que as pessoas façam campanhas e se esforcem
todo mundo sabe que na prátic, vida de minoria não é fácil.
E o pior de tudo é que sou uma minoria não classificada, não sistematizada...
então, na vida oficial -é triste mas é verdade- eu simplesmente não existo.
Faço parte do minúsculo grupo que é autosustentável.
Daquele grupo de pessoas que se basta em si mesma sabe?
(Não sei mesmo se sabem, não sei se entendem).
As vezes acho que as pessoas razoáveis são cordeais comigo
e por gentileza fazem um esforço para me compreenderem,
às demais, vão me taxando, no fundo, de tudo quanto é coisa
que eu sei muito bem.
O olhar e o jeito de quem não compreende a gente- por mais que se esforce- é
nítido, de longe.
Eu não tenho me importado mais com os outros.
Tenho me importado e preocupado comigo mesma.
Gostaria tanto - só Deus sabe o quanto- de conviver com pessoas
mais parecidas comigo, que tivessem os mesmos valores, as mesmas
perspectivas e a mesma maneira de viver, de pensar, de agir.
AUTOSUSTENTÁVEL.
Não estou falando da arrogância de dizer que SÓ EU sei viver,
ou de que NÃO PRECISO de ninguém ao meu lado.
Por favor não me entendam mal, é que eu só não passo
meus dias, minhas horas e minutos em busca de alguém, alguém, alguém...
Com a ansiedade dos desesperados, como se a qualquer saída na calçada
as chances de ser feliz com "alguém" fossem diminuindo até não existirem mais.
Peraê meu amigo, tô bem demais comigo,
tão bem e tranquila a ponto de me sentir uma solitária incompreendida.
Não sou adepta desse tipo de corrida contra o tempo. Estou bem.
Será que mais alguém no mundo me entende?
Pronto.
MARI
:?/

Um comentário:

Ricardo Calmon disse...

entender às pessoas que seguimos,Mari fuefa,parte de missão nossa,habita!Embora uno sermos,a individualidade de corações e menes floresce,como flores do campo,que em vc habitam,dúvida nenhuma tenho!

hzu na almaaaaaaa!
viva la vidaaaaaaaaaaaaaaaaaaa