quarta-feira, 10 de março de 2010

Camadas e camadas...


Eu devo ser mesmo mesmo um E.T. extraditado, rsrs
Hj resolvi do nada(o que é bem comum ) mudar a cor da parede
do meu quarto. E aí é aquele auê, e aquela poeira...
Iniciei do comecinho: com uma espátula.
E aí comecei a descascar o reboco e fui descascando e descascando...
(pocha, nunca tinha reparado como esse serviço de
"descascadora de paredes" pode ser tão reflexivo)
Pude perceber as muitas camadas que se escondiam por baixo
daquela última cor que ela exibia ultimamente (um vermelho meio vinho)...
E fiquei pensando( eu e minhas viagens) que nós também somos assim,
a nossa roupa, aquela que estamos vestindo nesse instante, é realmente
uma casca, um casulo, e esconde aquilo que fomos ontem, e anteontem...
Na verdade somos mesmo como aquele salgado da lanchonete, o tal "folheado":
possuimos várias camadas e cada uma representa uma fase da vida.
Já pensou se passásemos uma espátula nessa última camada, a atual,
quantas cores veríamos por baixo?
Um amarelão pra uma fase muito animada,
um azul pra uma fase mais relax,
um pretão para aquela época em que a coisa
andava preta, enfim...hoje, acho que estou numa cor tipo verde musgo sabe?
representando um mix de tanta coisa, de tanto sentimento...
(não se preocupem, pintarei a parede com algo mais feliz)
Todos nós carregamos nossas muitas camadas e nisso é sempre bom pensar.
(esse post tá uma leseira danada, mas pensei tanto nisso hj...)
bju
MARI
:D

2 comentários:

doce anjo disse...

Pois eh falando em camadas ja perdi a conta de quantas sao as minhas, muito lindo o que escreveu bjux anjo otima quinta....Ve se aparece

Mari Marques disse...

pode deixar moço!
Ainda hj passo em seu blog!"
:D