sábado, 22 de janeiro de 2011

Incompatível

Enfim achei uma foto que retrata exatamente
aquilo que eu vejo quando me olho no espelho:
vejo uma casca bem jovem - convencional até -
mas por dentro, uma idade, uma realidade,
completamente incompatível com que se espera de
uma criaturia da minha faixa etária.
E não é coisa recente não, sempre me vi e fui assim.
Sempre num tino de liderança, de organização, de
metodismo...enfim, sempre incorporei mais maturidade
do que esperam ou acreditam que eu deva ter.
É uma coisa meio involuntária, ocasional,
intrínseca a mim mesma, da qual eu não tenho controle.
E não digo isso me vanglorinado,
tipo: "sou "A" amadurecida", não é neste sentido.
Não é espécie de exibicionismo ou de escolha pessoal,
eu sou assim.
Eu penso, me organizo, me conduzo e me trato como
alguém de, no mínimo, uns 10 anos a mais do que eu tenho.
E essa condição me magoa muito as vezes,
pois me conhecendo a partir dess perspectiva,
eu espero ser tratada pelos outros de determinada maneira
e não sou, simplesmente por que externamente não "aparento" maturidade
(digo fisicamente mais do que minhas atitudes me si).
Somente aqueles que me conhecem sabem do que sou, até
onde posso ir, de meus potenciais, de minhas responsabilidades...
Mas para os que me desconhecem é sempre a mesma coisa:
Como confiar em alguém tão novo?
Como saber se ela vai mesmo conseguir?!
Devo ser a única mulher na face da Terra que deseja parecer mais velha.
E desejo mesmo, afinal, talvez assim eu conseguisse um pouco mais de
"credibilidade prévia" em algumas circunstâncias.
Afinal, de que adianta está adiantada, ser aplicada e abrir mão de
tanta coisa, se no fim das contas a tal "inexperiência" -fatal da
tenra idade - põe tudo à perder?!
Sei lá, ando bem irritada com isso.
Como ser "A" experiente, com desconfianças e falta de oportunidades?!
E o pior é que muitas vezes eu sinto que as pessoas até se animam,
aí olham pra mim e dizem "mas qual sua idade mesmo?" -
como se tivessem vendo uma criança de 10 anos!!
(Tudo bem que sou baixinha, mas pera lá né?!)
Enfim, espero que isso passe, pois a cada dia minha
idade mental só aumenta e gostaria muito de que
fisicamente isso refletisse mais no meu exterior.
Conversa de doido né?!
Eu nunca disse que era normal! rs
MARI
:D

2 comentários:

Priscyla Tenório disse...

Marii! Saudade amiga! Suas palavras me fizeram pensar em mim... eu sou ao avesso de vc, mas sabe? eu quero, tanto quanto vc, essa coisa de parecer mais velha, e ter um pouco mais de confiabilidade por parte das pessoas...Vou postar algo no meu blog sobre isso. sotxt.blogspot.com
Bjo amiga.
Saudade..

Mari Marques disse...

pri minha flor,
que saudades de vc!
como fazer p parecer ter a idade que realmente temos?!