segunda-feira, 5 de julho de 2010

O que te oprime?

Oprimida?
Não. Esprememida.
Reprimida?
Não. Suprimida.
Iludida?
Não. Desiludida.
O que te oprime? O que te reprime?
O que te limita? O que sufoca?
As vezes sinto como me faltasse ar.
Como se eu não fosse daqui, como se tivesse sido
anexada, relocada, transferida.
Me sinto um cisco no olho entande?
Me sinto arrastada, levada, capturada...
Onde deveria estar? Porque estou aqui?
Ontem num filme:
" encontre seu destino, mire-o e não se desvie
o rio da vida o levará até ele"
Não sei se não encontrei meu destino,
se ando me desviando do rio ou se nem me achei no meu próprio rio ainda...
Tenho vontade de me mudar, de morar assim, láaaaaaaaaaaaa longe
num lugar bem diferente onde tudo seja novo
e não conheça nada, nem ninguém me conheça.
Um lugar onde eu não me sentisse uma exceção.
Tô numa fase E.T., sorry!
MARI
:/

Um comentário:

armalu disse...

É lindo o seu texto, mas nunca pense a sério em fugir, tudo ou de nada, nossos grilos vão connosco.bj e muito amor e luz em sua vida.